Rua 25 de Dezembro, 13 - Centro || 8h às 17h - Segunda a Sexta-feira

Notícias • 30/07/2018
CREFITO 13 e os desafios da Terapia Ocupacional

Fortalecimento da profissão tem estado entre os principais focos do Conselho

A vice-presidente do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional de Mato Grosso do Sul (CREFITO 13), Dra. Janaína Silva de Carvalho, fala sobre os desafios da Terapia Ocupacional no Estado e sobre o compromisso do Conselho em fortalecer a profissão.

 

Como tem sido a experiência como vice-presidente do CREFITO 13?

Não é uma experiência fácil. Trata-se de uma missão onde as boas práticas estão sendo construídas e consolidadas em um processo de trabalho conjunto e muita dedicação.

 

Qual a importância do CREFITO 13 para o desenvolvimento da Terapia Ocupacional no Mato Grosso do Sul?

Estamos atuando para a construção de um maior reconhecimento da atuação do terapeuta ocupacional, nas esferas pública e privada.  Com o Conselho próximo, oferecemos maior acessibilidade, fortalecimento da categoria, parceria com profissionais e melhoria nos interesses regionais.

 

Qual o cenário profissional da Terapia Ocupacional no Estado?

Está fragilizado. Hoje não contamos mais com a formação acadêmica no Estado, o que é muito ruim, pois nos limita a pesquisa, o conhecimento e o reconhecimento profissional. Temos que buscar em outros Estados os aprimoramentos e especializações profissionais na área.

 

Há uma saída para este impasse?

O Conselho está estabelecendo estratégias na busca pela reimplantação do curso no Mato Grosso do Sul. Porém, este é um caminho moroso. Apesar deste revés, boa parte dos terapeutas ocupacionais sul-mato-grossenses estão inseridos nos serviços públicos e privados.

 

Comemoramos recentemente os 100 anos da Terapia Ocupacional. Como analisa os desafios da profissão hoje?

Completamos 100 anos de muita luta pelo conhecimento e reconhecimento profissional. Trata-se de uma profissão de extrema importância, que auxilia na autonomia e na independência dos indivíduos. Nosso desafio é continuar fortalecendo a profissão e fazendo frente aos problemas que enfraquecem a área.

 

Quais os desafios do CREFITO 13 nos próximos anos, no âmbito da Terapia Ocupacional?

Consolidar e fortalecer a categoria. Agregar mais terapeutas ocupacionais ao Conselho, para que, juntos, façamos um trabalho de maior excelência em prol da profissão.

Acessibilidade

O presidente do Conselho
Regional de Fisioterapia e Terapia

Tamanho da Fonte: A+ A-
Contraste da Tela:
Mapa do Site