Rua 25 de Dezembro, 13 - Centro || 8h às 17h - Segunda a Sexta-feira

Notícias • 23/03/2020
Coronavírus: conselhos solicitam ações de enfrentamento à pandemia

Três conselhos de saúde de Mato Grosso do Sul, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, Enfermagem e Farmácia, elaboraram plano de ações para o enfrentamento à pandemia do COVID-19 (coronavírus). Os próximos 20 dias serão cruciais, pois acredita-se que seja o período de maior contágio do vírus, que a previsão é que até o fim abril haverá “colapso” no sistema de saúde brasileiro por causa da velocidade com a qual a doença se propaga. 

O plano pede segurança aos profissionais das áreas e garante rápida resposta em eventuais necessidades. O presidente do CREFITO 13 (Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional), Dr. Renato Silva Nacer, alerta para a necessidade de ampliação da assistência fisioterapêutica nos hospitais.

"O fisioterapeuta é o profissional que vai garantir a liberação mais rápida e segura dos pacientes dos leitos, aumentando, consequentemente, o número de vagas disponíveis. Existem estudos que mostram a assistência fisioterapêutica sem interrupções, ou seja, 24 horas por dia, pode reduzir em até 40% do tempo de permanência do paciente internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), além de propiciar economia de recursos financeiros que seriam usados na compra de antibióticos e outros medicamentos de alto custo", reforça Nacer.

Dentre as medidas de enfrentamento, solicitadas pelas entidade das classes, destacam-se: garantia de cobertura fisioterapêutica nas 24 horas, principalmente na assistência à saúde nas UTIs, em todos os hospitais do estado; compra de equipamentos de ventilação mecânica e demais materiais e insumos necessários para garantia do suporte respiratório mecânico; vacinação à domicílio a fim de evitar aglomeração e exposição dos grupos de riscos; que a rede hoteleira abrigue profissionais que deverão cumprir a quarentena evitando o contágio aos familiares; apoio das Forças Amadas para prestar a assistência à saúde, como coleta de sangue para testes.

Foram solicitados ainda: fabricação de álcool em gel e de medicamentos por farmácias de manipulação; garantia do quantitativo de profissionais para o atendimento dos prováveis casos confirmados; convocação de instituições que confeccionam roupas para que também sejam destinadas à produção dos materiais de proteção individuais; a colaboração de pessoal de manutenção de equipamentos, principalmente os de saúde, com envolvimento do SENAI; que as empresas de alimentação seja convocadas a fornecer alimentação para os profissionais e pacientes internados; reativação dos hemonúcleos; entre outras.

 

As solicitações foram encaminhadas ao Ministério da Saúde, Governo de Mato Grosso do Sul, Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual, Secretaria de Estado de Saúde de MS e a COSEMS.

Acessibilidade

O presidente do Conselho
Regional de Fisioterapia e Terapia

Tamanho da Fonte: A+ A-
Contraste da Tela:
Mapa do Site